Módulo 2

Módulo 2 – Acessibilidade Web e Tecnologias de Apoio
Página do MOOC sobre o Módulo II – http://inctec2014.blogspot.pt/p/topico-2.html

Tem início esta semana (21 Abril) o segundo módulo subordinado ao tema «Acessibilidade Web e Tecnologias de Apoio», que tem por objetivo identificar e analisar as diretrizes das acessibilidades Web e tecnologias de apoio adequadas às necessidades específicas dos alunos com NEE.

Para abordar as questões da acessibilidade Web é disponibilizada uma ligação nuclear para a Unidade Acesso que reúne as directrizes e ferramentas de validação de acessibilidade de páginas Web.

Unidade Acesso – http://www.acessibilidade.gov.pt/
Access Monitor (Um validador português para as WCAG 2.0). Aqui podemos testar se um site web cumpre as diretrizes estipuladas nas WCAG 2.0. Por exemplo, o site da ES da Ramada não cumpre estas diretrizes. Pode ver-se aqui o resultado desta análise.

2014-04-21_120219

Mas o que são as WCAG 2.0?

Web Content Accessibility Guidelines (WCAG) 2.0 – ver link em inglês ou este em português.
As WCAG 2.0 estabelecem um conjunto de Critérios de Sucesso que definem a conformidade com as Directrizes WCAG 2.0. Um Critério de Sucesso é uma declaração testável, que poderá ser verdadeira ou falsa quando aplicada a determinados conteúdos da Web. As “Noções sobre as WCAG 2.0” fornecem informações detalhadas sobre cada Critério de Sucesso, incluindo a sua finalidade, os termos-chave utilizados no Critério de Sucesso, e o modo como os Critérios de Sucesso das WCAG 2.0 ajudam as pessoas com diferentes tipos de incapacidades. Este documento fornece também exemplos de conteúdo da Web que cumpre o critério de sucesso utilizando diversas tecnologias Web (por exemplo, HTML, CSS, XML) e exemplos comuns de conteúdo da Web que não cumpre o critério de sucesso.

 Sobre as tecnologias de apoio é disponibilizado o guia dos Centros de Recursos TIC para a Educação Especial e um repositório de «freeware» e outros recursos para as NEE (visão, audição, comunicação, mobilidade, dificuldades de aprendizagem…). São ainda disponibilizadas ligações para webinares da DGE.
Nos agregadores Pinterest são identificados muitos outros recursos adicionais.

Repositório de freeware – http://freewarenee.weebly.com/

 

Actividade 3

Os primeiros sites que analisamos foram os nossos sites do e-portefólio.

1) https://eportefolio4rlourenco.wordpress.com/
Neste site WordPress, com um índice AccessMonitor de 5,9, foram encontrados os seguintes problemas:
– Links em que o único conteúdo é uma imagem com alt nulo;
– Links com o mesmo texto que apontam destinos diferentes;
– O primeiro link da página não nos conduz até à área do conteúdo principal;
– Existe um controlo de formulário sem etiquetas [<label>] associadas e sem atributo title;
– Atributos id com valores duplicados.

2) https://sites.google.com/site/mariaprazerescasanova/
Neste site criado através das Google Pages, com um índice 3.4, há os seguintes problemas:
– Imagens sem texto alternativo;
– Links em que o único conteúdo é uma imagem com alt nulo;
– Links adjacentes que nos conduzem a um mesmo destino;
– Não há links para contornar o conteúdo principal;
– Links com o mesmo texto que apontam destinos diferentes;
– Existem controlos de formulário sem etiquetas [<label>] associadas e sem atributo title;
– Formulário sem botão enviar;
– Erros de validação (X)HTML;
– Elementos e atributos HTML para controlar a apresentação do texto;
– Tamanhos de letra definidos em unidades de medida absolutos;
– Idioma principal não referenciado: xml:lang.

3) http://aproch9.wix.com/mooc-ana-paula-rocha
Neste site Wix, com um índice 6,6, foram, ainda assim, encontrados os seguintes problemas:
– Não existem cabeçalhos marcados na página;
– A página não tem links;
– Erros de validação (X)HTML;
– Idioma principal não referenciado: lang.

4) http://dulcesg7.wix.com/dulcegoncalves
Sendo um site Wix apresenta os mesmos problemas do site anterior.

Analisamos também o site da nossa escola.
http://www.esramada.pt
Este site (plataforma Joomla) tem a classifciação de 4,6 e apresenta os seguintes problemas:
– Imagens sem texto alternativo;
– Elementos multimédia iframe sem title;
– Links em que o único conteúdo é uma imagem com alt nulo;
– Links adjacentes que nos conduzem a um mesmo destino;
– Links com o mesmo texto que apontam destinos diferentes;
– Links não agrupados de forma lógica;
– Sequência de elementos <br>;
– Formulário sem botão enviar;
– Erros de validação (X)HTML;
– Tamanhos de letra definidos em unidades de medida absolutos.

Por último analisamos o site do MOOC – Inclusão e Acesso às Tecnologias 2014 (http://inctec2014.blogspot.pt/), o próprio site da agência de acessibilidade (http://www.acessibilidade.gov.pt/), bem como o site de um jornal de referência (http://www.publico.pt).
O site do MOOC tem muitos problemas (índice 3,4). O site do jornal Publico também tem muitos problemas (índice 3,7). O site da agência de acessibilidade, como seria de esperar, não apresenta problemas, com um índice de 10.

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s